Destaques

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Criminosos estão usando a Inteligência Artificial para realizar ataques cibernéticos

Muito se ouve falar na Inteligência Virtual, ela está cada vez mais presente em nosso dia-a-dia e podem trazer facilidades para nossa vida. Porém, como tudo, algumas pessoas usam a tecnologia para fazer o mal, e começaram a usa-la para realizar ataques cibernéticos, podendo escolher o que, quem, como e até quando atacar.

Foi feito um estudo pela ZeroFOX, que mostrou do que os robôs inteligentes são capazes. Eles podem espalhar links maliciosos e ataques muito mais rápido do que qualquer hacker profissional. A empresa de segurança fez um experimento que colocou um humano contra um hacker artificial em uma disputa para disseminar mensagens com links maliciosos no Twitter, enquanto o robô atraiu 275 vítimas a uma média de 6,75 tweets por minuto, o hacker humano atraiu apenas 49 pessoas enviando 1 tweet por minuto.

Segundo o site Olhar Digital, a principal forma de uso da Inteligência artificial para ataques seria através do monitoramento automático do comportamento do usuário em redes sociais, trocas de mensagens de texto, e-mails e até a própria navegação pela internet em si. Com base nessas informações, é possível também criar ataques de phishing personalizados. Neste golpe, e-mails, tweets, mensagens de whatsapp, sites falsos e outras formas de comunicação são usados para enganar e levar o usuário a clicar em links maliciosos para roubar senhas ou informações pessoais e confidenciais.

Com esses novos ataques, as empresas de segurança digital precisam constantemente criar formas criativas de defender as vulnerabilidades dos sistemas.

 

Via: Olhar Digital

Sumário

Veja também
O papel do CIO na era digital

No mundo corporativo estamos vivendo o momento da revolução nos negócios, interações e sociedade como um todo motivados pela transformação digital. Se as empresas precisam

Leia mais »

Orçamento

Orçamento