Destaques

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Aluguel de computador dispara

pandemia do novo coronavírus trouxe hábitos que permanecerão no chamado “novo normal”. Entre elesestá o trabalho fora do escritório, que muitas empresas adotaram como medida para proteger os funcionários, e que pode se tornar uma realidade para 20 milhões de brasileiros, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Isso significa que um em cada cinco trabalhadores formais poderão permanecer em casa quando a crise de saúde pública passar. A modalidade foi regulamentada pela reforma trabalhista de 2017, onde consta como “teletrabalho”.

Em meio às crises, sabemos, sempre surgem novas ideias, novos métodos de trabalho e também novas oportunidades.

Enquanto a pandemia do novo coronavírus levou cada vez mais empresas a colocar seus funcionários para trabalhar em casa, o chamado home office, a demanda por aluguel de computadores aumentou de forma considerável. Em São Paulo, por exemplo, a procura por esse tipo de serviço subiu cerca de 80% desde o início de maio.

A maior parte das contratantes são empresas de grande porte e multinacionais, porém todo tipo de companhia está contratando os serviços, desde a indústria alimentícia aos bancos e colégios. Existem clientes que procuram equipamentos por dois ou três meses, esperando os efeitos da pandemia passarem, porém a maior parte deles já está pensando em uma mudança de metodologia de trabalho.

O home office pode garantir maior independência na realização de tarefas e reduzir o estresse do descolamento para o local de trabalho. Trabalhar em casa dá flexibilidade ao funcionário no planejamento das suas atividades, além de trazer vantagens para as empresas. Entre os pontos positivos para os empregadores, redução de custos tais como gastos com aluguel, transporte, refeição e infraestrutura, entre outros.

Segundo os especialistas da área de TI de um grande banco brasileiro, em live de alguns dias atrás, eles estão com a maior parte de seus funcionários em home office, o que fez com que a necessidade de contratação de notebooks disparasse, a ponto de não conseguirem todas as 40.000 unidades que necessitam. Na mesma ocasião foi colocado que esta forma de trabalho não causou nenhuma mudança na eficiência, nos prazos ou segurança, sendo apontado como uma modalidade mais eficiente e racional e de menor custo operacional.

Walter Bruno Moretti – 15 de Junho de 2020

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento