Destaques

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Google Chrome e Windows são os mais usados para compras online

O UmSóLugar, site de produtos de moda, beleza e estilo de vida, recentemente fez um estudo com o intuito de analisar os navegadores e sistemas (como o Google Chrome e Windows) das maquinas dos consumidores de produtos online. O Google Chrome foi apontado como o browser mais usado para as compras. Comparado com a Europa, 53,31%, o uso do Chrome no Brasil é maior com incríveis 81,97%. Enquanto o Internet Explorer, líder mundial, assume definitivamente a terceira posição no pódio, com a ascensão surpreendente do Firefox, dominando 23,53% dos navegadores na Europa, e 12% no Brasil.

Comparando os sistemas operacionais mais utilizados nos desktops, essa analise apontou que tanto o mercado brasileiro quanto o europeu são dominados pelo sistema da Microsoft, o Windows. Seu maior rival, o Mac OS, da Apple, pode até possuir a segunda maior fatia nos dois mercados, mas ainda não coloca em risco a soberania do Windows, com 96,42% de presença no Brasil e 85,8% na Europa. Os sistemas Chrome OS e Linux possuem ainda menos representatividade nas compras online.

Nos dispositivos móveis a história é outra, os sistemas operacionais mais utilizados não contam com a presença em peso do Windows. O Android fica na primeira colocação, com 79,56% de participação de compras online no Brasil e 57% na Europa. Na segunda posição vem o sistema iOS que em território nacional conta com 19,24%, bem abaixo dos 42,23% de participação nos aparelhos europeus. O Linux e Windows juntos não obtiveram nem 2% de cada mercado.

Para o estudo, foram analisados dados internos das plataformas de comércio eletrônico UmSóLugar, ShopAlike e LadenZeile em 14 países: Áustria, Brasil, República Tcheca, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Hungria, Itália, Holanda, Polônia, Suécia e Eslováquia. As informações foram retiradas de um total de 79.733.529 sessões de usuários de canais orgânicos, entre maio de 2016 e maio de 2017. Todos os números são o reflexo de uma base de dados própria, no que diz respeito aos acessos realizados por e-consumidores europeus e brasileiros das três plataformas.

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento