Destaques

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

O Impacto da Gestão Eletrônica de Documentos na Economia Brasileira.

Empresas do porte da Sicoob, Agoracred, Grupo Águia Branca e Group 1 Automotive estão apostando em plataforma de gerenciamento eletrônico de documentos (GED) com o objetivo de reduzir custos e aumentar a eficiência. Para estas empresas a redução no volume de papel é o principal motivo da contratação de serviços de GED.

O grupo de concessionárias Honda faz a mesma aposta, após implementação de GED obteve uma redução de cerca de R$ 15 mil por mês em despesas com papel, material para armazenagem, entre outras.

A economia, ao final de um ano, chega em torno de R$ 200 mil. Um valor que pode ser investido em outras áreas internas otimizando as operações.

Segundo uma pesquisa realizada pela AIIM (Association for Information and Image Management) e CENADEM (Centro Nacional de Desenvolvimento Micrográfico), o setor de gestão eletrônica de documentos movimentou quase R$ 2 bilhões no último ano. A pesquisa mostra que o Sudeste lidera em clientes que utilizam estas soluções de gerenciamento de documentos e processos internos. O estudo da CENADEM mostra que a região Sudeste lidera em número de clientes de GED e ECM, com 77%. Na sequência, vêm Centro-Oeste (58%), Nordeste (57%), Sul (55%) e Norte (46%).

Esses dados indicam um crescimento a cada dia mais intenso do setor, o que mostra a importância da digitalização documental para as empresas nos dias atuais.

Fonte: TI Inside On Line

Sumário

Veja também
Novo recurso do Google Maps

Segundo o TechCrinch o aplicativo do Google Maps lançará uma funcionalidade fantástica para os usuários de transporte público. A ferramenta visa verificar em tempo real

Leia mais »

Orçamento

Orçamento