Artigos

Interessante? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Claro anunciou as 11 cidades que receberão a tecnologia de rede 4,5 G até o final do ano

A Claro anunciou na Segunda-feira, dia 2, a ampliação da tecnologia de rede 4,5 G, que já está disponível em Brasília, para mais 11 cidades do Brasil até o fim do ano, são elas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Salvador, São Luís e Campinas.

O CEO da Claro, Paulo César Teixeira disse que “A Claro está fortemente voltada a entregar a melhor experiência de serviços ao consumidor brasileiro e para isso tem um plano robusto de investimento para modernização e expansão de sua rede no país”.

As velocidades médias de navegação do 4,5 G chegam a ser até 10 vezes maiores do que o 4G convencional. Segundo o Canaltech, a tecnologia se caracteriza por três requisitos técnicos que precisam estar disponíveis na rede e também suportados pelos smartphones compatíveis:

Carrier aggregation (agregação de faixas): Permite a consolidação de diferentes faixas de frequência em uma mesma portadora. Com isso, é possível criar uma supervia de transmissão, para navegar com mais velocidade e transmitir mais informação. A tecnologia exige agregação de até 3 faixas diferentes de frequência e exige um mínimo de 30 MHz de largura de banda no canal consolidado.

MIMO 4×4: MIMO (Multiple Inputs Multiple Outputs) 4×4 é um recurso que permite que o enlace de transmissão entre a torre e o smartphone seja feito utilizando 4 antenas de transmissão e 4 de recepção. Na maioria dos modelos disponíveis no mercado são utilizadas 2 antenas para transmissão e 2 para recepção.

Modulação Avançada 256QAM: Esquema avançado de modulação que permite maior eficiência espectral, transmitindo mais bits de dados a cada tempo. Permite que os dispositivos conectados transmitam um volume muito maior de dados simultaneamente.

Segundo André Sarcinelli, diretor de engenharia da Claro, “Seria como ampliar uma estrada com várias faixas de rolagem (carrier agreggation) e ainda ‘turbinar’ o fluxo com veículos mais rápidos e com maior capacidade de carga (com MIMO 4×4 e Modulação 256 QAM). O resultado é um desempenho muito maior no tráfego de informações”, E ainda disse que “É uma tecnologia extremamente avançada, que por enquanto só a Claro vem investindo no País e que coloca o Brasil entre os poucos do mundo que já dispõe de redes móveis tão modernizadas”.

Via: Canaltech

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento