Artigos

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Intel reconhece falha de segurança em plataformas

Os principais afetados são os processadores Intel Core de sexta, sétima e oitava geração, que segundo Ars Technica são os modelos mais usados em computadores e laptops desde 2015. A falha foi descoberta por pesquisadores independentes, e afeta também a linha Xeon que entrou com as famílias E3-1200 v5 e v6, a W e a escalável, e constam também a família C3000 (da linha Atom), a série de processadores E3900 e a linha Pentium (ambas sob a marca Apollo) e as séries N e J (da linha de processadores Celeron).

“Baseado nos itens identificados através de uma revisão completa de segurança, [descobrimos que] um malfeitor poderia ganhar acesso não autorizado à plataforma, ao recurso Intel ME, e segredos de terceiros protegidos pela Intel Management Engine (ME), pelo Intel Platform Service (SPS) ou pela Intel Trusted Execution Engine (TXE)”, informou a empresa.

Um hacker com este tipo de acesso poderia interferir nos recursos de segurança, transferir e aplicar arquivos sem o conhecimento do usuário, instabilizar o sistema, entre outras coisas.

A Intel disponibilizou uma ferramenta de detecção para que os próprios usuários possam verificar se estão afetados (aqui), mas é um recurso voltado a empresas, e não ao consumidor final. Estes serão atendidos pelas fabricantes por meio de atualizações.

Fonte – Olhar Digital

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento