Artigos

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Hackers atacam bancos dos EUA e Rússia e roubam US$ 10 milhões

Uma empresa de segurança com sede em Moscou informou nesta segunda-feira (11), que um grupo de hackers russos iniciou em 2016 uma série de ataques a pelo menos 18 bancos – a maioria deles nos Estados Unidos e Rússia – resultando no roubo de cerca de US$ 10 milhões. Segundo a declaração da empresa, o objetivo do grupo era atingir sistemas de transferência interbancária.

O Group-IB advertiu ainda que os ataques, que tiveram início em 2016, permitem que o dinheiro seja roubado de caixas eletrônicos e podem ainda estar em andamento, sendo que os bancos da América Latina podem ser os próximos alvos.

Segundo os pesquisadores, o primeiro ataque ocorreu já no segundo trimestre de 2016 contra o maior sistema de mensagens bancárias dos EUA que conecta caixas eletrônicos em mais de 5 mil organizações, pertencente a rede Star, da First Data.

A First Data informou que comunicou as pequenas instituições financeiras que operam na rede Star que suas credenciais haviam sido violadas pela administração de cartões de débito no início de 2016. Após isso, a empresa criou novos controles de segurança, embora afirme que a rede Star nunca foi violada.

O Grupo-IB disse que continuava investigando casos onde hackers tentaram através do sistema bancário Swift realizar transferências de dinheiro, mas não revelou se tais ataques foram de fato concluídos.

Administradores da Swift afirmaram em outubro, que embora os hackers ainda estivessem visando seu sistema de mensagens interbancárias, os controles de segurança instituídos após o roubo de US$ 81 milhões no banco central de Bangladesh inibiram muitas dessas tentativas.

Fonte – G1

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento