Artigos

Interessante? Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

5G Chega ao Brasil, via Brasília, hoje

 As próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo.

 A partir de hoje (06/07/2022), Brasília terá o sinal liberado para a rede 5G. A capital do país é a primeira a ter a quinta geração de telefonia móvel em funcionamento.

 No edital do leilão do 5G, previa-se que todos seriam beneficiados com o sinal até 31 de Julho, porém, foi adiado para 29 de Setembro. Esse fato se deve ao atraso por parte da Anatel, que se justificou alegando escassez de chips (devido ao descompasso na oferta e demanda, escassez de insumos e falta de autonomia na produção e importação de equipamentos eletrônicos).

 

 Segundo Moisés Moreira (conselheiro e vice-presidente da Anatel), as próximas capitais serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem previsão por enquanto.

 O sinal transitará pelas frequências 3,5GHz – que atualmente está ocupada por empresas de antenas parabólicas e operam com tecnologia Banda C.

 Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usam antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

 Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência.

 Os números de assinaturas globais de 5G devem ultrapassar a marca de um bilhão até o final deste ano. Até 2027 o 5G responderá por quase metade de todas as assinaturas, chegando a 4,4 bilhões de assinaturas. A América do Norte pode chegar a nove em cada dez assinaturas, nos próximos 5 anos.

 A velocidade de adoção do 5G, está se expandindo mais rápido do que todas as gerações anteriores de tecnologia móvel.

 Cerca de um quarto da população mundial tem acesso à cobertura 5G. Calcula-se que 70 milhões de assinaturas 5G foram adicionadas apenas no primeiro trimestre deste ano, segundo relatório da fabricante sueca Ericsson.

 Fontes:

 5G chega oficialmente ao Brasil, via Brasília, nessa quarta | IT Forum

 Setores poderão sofrer com escassez de chips até 2024 | IT Forum

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento