Artigos

Interessante? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Os assistentes virtuais com ajuda da inteligência artificial vem dominando o mercado há algum tempo. Com eles é possível transformar um ambiente qualquer num ambiente inteligente, por exemplo com TVs que podem gravar um programa ou um aparelho de som que reproduz músicas automaticamente sem utilizar as mãos, apenas através de comandos de voz.

A HP inovou ao ser a primeira empresa de hardware de impressão a implantar o sistema de suporte de voz às suas impressoras domésticas.

Com o novo sistema é possível dar comandos às impressoras que estejam habilitadas na web por meio do Amazon Alexa, Google Assistant ou Microsoft Cortana, sendo possível, por exemplo, imprimir um arquivo que esteja ligado a essas plataformas, incluindo assim as impressoras ao ecossistema dos assistentes virtuais.

Para Anneliese Olson, gerente-geral e chefe global de impressão doméstica da HP, “Integrar a voz na impressora doméstica é uma aplicação inegavelmente útil da tecnologia”, e ainda que “Para famílias ocupadas, o ecossistema do assistente virtual faz muito sentido e conectar uma impressora a ele é uma extensão natural dentro da casa inteligente”.

A HP planeja continuar seu papel de liderança em impressão habilitada por voz, para alavancar sua escala em todo o mundo, impulsionando o acesso a um conteúdo mais amplo e suas experiências universais em plataformas de voz.

O primeiro passo previsto pela empresa para manter sua liderança nesse mercado, é o de futuramente não ser mais necessário a utilização de um alto-falante intermediário para auxiliar nos comandos de voz, mas sim que o assistente já venha embutido na própria impressora.

Isso significaria que as tarefas manuais, como a instalação de uma nova impressora na sua rede doméstica, a verificação dos níveis de tinta ou a alteração das configurações de impressão, podem ser simplificadas com um simples comando de voz.

Além disso, em um futuro não tão distante, os serviços de voz se tornarão mais proativos, usando sensores locais e nuvem de inteligência artificial para entender as intenções e necessidades dos usuários e agir em seu nome. Por exemplo, se o usuário tiver um voo reservado em seu calendário do Google, a impressora poderá imprimir automaticamente o cartão de embarque e as etiquetas de bagagem, sem ser necessária a solicitação.

Sumário

Veja também

Orçamento

Orçamento